Viver uma vida leve é um tema que frequentemente abordo no consultório com os pacientes.

Trata-se de uma opção e/ou estilo de vida.

Habitualmente, o nosso dia a dia é corrido, estressante e cansativo. E a sociedade ocidental exige cada vez mais produtividade, velocidade e resultados. Com isso, a nossa saúde passa ser a principal vítima. O corpo e a mente reagem a esse estresse crônico, gerando sinais e sintomas como: hipertensão, dores no peito, insônia, fadiga, cansaço, tremores, irritabilidade, falta de concentração, déficit de memória, dores musculares, gastrite, colite, enxaqueca etc. 

Viver a vida de uma forma mais leve significa diminuir o “peso” do nosso dia a dia. 

Podemos viver levemente nos seguintes aspectos das nossas vidas:

  • Mentalmente:
    • Cultive bons sentimentos;
    • Desapegue de rancores e mágoas;
    • Evite a inveja, ciúmes e o ódio;
    • Agradeça.
  • Fisicamente:
    • Mantenha o corpo sempre ativo;
    • Tenha uma alimentação saudável;
    • Durma bem; 
    • Consulte profissionais da saúde regularmente.
  • Socialmente:
    • Busque sempre alternativas sustentáveis ao planeta;
    • Trabalhe em algo que te faça bem;
    • Dê preferência a produtos locais;
    • Cultive suas amizades e relacionamentos;
    • Valorize sua familia.
  • Espirualmente:
    • Acalme sua mente;
    • Pratique sua fé;
    • Tenha um propósito de vida.

Experimente introduzir pequenas mudanças no seu dia a dia, busque orientações necessárias e transforme o seu jeito de viver.