O músculo trapézio é um dos músculos mais frequentemente afetado por pontos gatilhos miofasciais.

No total, podem ser identificados até 6 pontos gatilhos, distribuídos nas suas 3 porções.
Tais pontos gatilhos são pontos de Acupuntura descritos a milhares de anos pela Medicina Tradicional Chinesa.

O paciente pode apresentar dores de cabeça (cefaleia tensional), dor na região do pescoço e da nuca, dor na região da mandíbula, tontura, vertigem, dor entre as escápulas e nos ombros.

Os principais fatores envolvidos na ativação dos pontos são:

– Carregar pesos;
– Sustentar os braços elevados ou sem apoio;
– Compressão por mochilas ou roupas;
– Movimentos repetitivos;
– Tensão emocional e ansiedade;
– Assimetria da pelve e/ou encurtamento dos membros inferiores.

Atenção à postura e alongamentos são essenciais.

O tratamento consiste no agulhamento e liberação dos pontos gatilhos.

Técnicas de alongamento, ioga, relaxantes musculares e liberação miofascial também podem ser associados.

As ações corretivas da postura e das assimetrias do corpo são fundamentais para a manutenção do tratamento.